sábado, 4 de outubro de 2008

Drama em Curta-Metragem Vietnamita

filme vietnã
LE LÓI - curta-metragem vietnamita 
Duas palavras: Cinema e Vietnã. O que vem a mente de forma instantânea logo é Rambo e outras centenas de porcarias produzidas pelos gringos louvando sua perdida guerra e os "heróis" assassinos que por lá passaram. Até existem algumas produções exímias que eles fizeram com a temática, como Apocalypse Now, Platoon, Nascido Para Matar, entre outras, algumas, inclusive, questionando sua devastadora passagem pela região. Porém, falando do outro lado, pouquíssimos filmes realizados pelos vietnamitas chegam aqui no Brasil. Entre os raros destacam-se os excelentes O Cheiro da Papaya Verde e Três Estações (ambos são co-produções, o primeiro com a França e o outro com os EUA). Mas o que nem o Stallone, Coppola, Oliver Stone e Kubrick nem os citados longas vietnamitas fazem é mostrar um Vietnã contemporâneo e urbano.

Imagem retirado do filme
Imagens podem aprisionar sofrimento
O OutroCine apresenta agora um curta-metragem legitimamente realizado na República Socialista do Vietnã, ambientado nos dias atuais e que não tem como locação as tradicionais e cinematográficas florestas tropicais do país. Intitulado Le Lói, o curta dirigido por Huỳnh Thanh Sỹ e co-dirigido por Phạm Công Chính, é um drama intimista focado nas tormentas de um jovem homem que carrega em suas lembranças algo que repentinamente mudou sua vida. Comente sobre este tocante filme no sistema de comentários do blogue, pra quem preferir uma discussão mais aprofundada, fica a sugestão da comunidade do OutroCine no Orkut.
Le Lói



Sinopse
Casais usam fotos e filmagens para registrar um presente, quase sempre feliz. No entanto, às vezes, o que pode ficar aprisionado nas imagens é um passado distante, triste e irreversível.


Gênero Ficção
Diretor Huỳnh Thanh Sỹ / Phạm Công Chính
Elenco Nguyễn Quốc Thắng, Nguyễn Minh Thiên Kim
Ano 2006
Duração 10'47''
Cor Colorido
País Vietnã


phim ngắn short film court metrage cortometraje

3 comentários:

Bia disse...

Muito, muito bonito e com um sofrimento tão real que é impossível assistir e não ficar pensando nas imagens depois.

Ju disse...

Que triste!!!!
Um breve instante é o suficiente para mudar totalmente uma vida... Ou duas vidas...
Muito bom esse curta...
E mais uma vez, só assisti por causa do texto introdutório.

Renan dos Reis disse...

Uns dos curtas-metragens mais emocionantes e com uma carga dramática fortíssima!Imperdível para os admirados do gênero!Gostei muito de conferir esta outra face do cinema vietnamita. Destaque para o desempenho do ator Nguyễn Quốc que estar eletrizante uma verdadeira explosão de interpretação!