quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Assista Curta Provocante e Surpreendente

Curto, simples, perturbadoramente sensível. Assim é o curta-metragem de Paulo Vianna, produzido para concorrer no Festival do Minuto de 2005, intitulado Inacessível. Em menos de sessenta segundos o filme surpreende, choca, transtorna, revela muito mais do que gostaríamos.

Inacessível


Sinopse
Há pessoas com obstáculos bem maiores.

Gênero Ficção
Diretor Paulo Vianna
Elenco Paulo Jr.
Ano 2005
Duração 1min
Cor Colorido
País Brasil



Dica
Assista aqui belo curta indiano

11 comentários:

rodrigo_galhano disse...

É só isso?
...

Yerko Herrera disse...

Precisa mais!?

Valeu pelo comentário! Abração!

Wander Veroni disse...

E aí cara, blza!

Puxa, impressionate esse curta. Vc pensa que é uma coisa e no final a câmera te mostra ainda uma outra realidade do personagem. Incrível!

Achei seu blog na net por acaso e gostei mto do seu trabalho, parabéns.

Quero lhe convidar para visitar o meu blog, o Café com Notícias.

Abraço,

=]
__________________________
http://cafecomnoticias.blogspot.com

Anônimo disse...

q bosta

Yerko Herrera disse...

Grande Wander!!! Muito obrigado por este comentário tão positivo! Legal este curta, ele é muito simples, mas cumpre o seu papel. É eficiente, sem subterfúgios, cumpre o seu papel. Fico feliz que tu tenha curtido o Outro Cine.

Cara, parabéns pelo Café com Notícias. Muito bacana!

Abração,
Yerko Herrera.

Yerko Herrera disse...

Anônimo, comentários de todo o tipo sempre são válidos, mesmo os negativos. Isso é o fantástico da liberdade de expressão e da democracia.

Comentários anônimos até se justificam e são necessários em sistemas opressores ou quando atentam contra a integridade daquele que se manifesta ou de outro (s). Não é o caso aqui. Tenho certeza que tua opinião valeria alguma coisa se tu colocasse o nome aqui, não para repreender o que dizes, somente para legitimar teu pensamento. Sendo assim, nessas circunstâncias, o dito por esse que se esconde, não tem valor algum, dá na mesma.

De qualquer forma, obrigado pela participação.

Abraços,
Yerko Herrera.

Pandora disse...

Juro que pensei que o cara não tinha os dois braços quando o vi chorando.

Achei legal, parabéns.

Yerko Herrera disse...

Valeu Pandora!

Legal isso como cada um recebe de maneira diferente o filme.

Brigadão!

Bia disse...

Eu também imaginei que ele não teria os braços. Chocante, realmente.

Yerko Herrera disse...

Choca mesmo Bia. Obrigado por comentar!

Beijão!

Paulo disse...

Yerko, só agora vi que vc publicou meu curta aqui! Valeu pelo espaço...E obrigado por ter tido a sensibilidade de perceber o quanto é impactante o curta em si!
Um abraço
Paulo Vianna

http://pvianna.myfreewebs.net/